GATO MAL HUMORADO -SERÁ ?

Ao pesquisar sobre gatos mal humorados descobri lendo os textos a seguir (que traduzi e adaptei para vocês), que devemos estar muito atentos a este importante alerta que eles nos dão. Vejam porque…

Introdução:

Eu tive vários gatos, e pelo que tenho observado pela convivência com eles, se o meu gato está com raiva de mim, há sempre uma razão. E a razão geralmente sou eu. Por fazer algo que desagradou ou incomodou o gato. Pode ser acariciando-o quando o gato quer ser deixado sozinho (As vezes tudo o que ele precisa é um pouco de espaço). Por ser deixado muito tempo só ficando estressado com minha ausência. Uma coisa eu sei com certeza: os gatos não vão ficar com raiva só porque eles são temperamentais e / ou querem causar-lhe problemas. Há sempre uma razão.

Portanto, se eu tiver de dar conselhos sobre como lidar com seu gato quando está com raiva de você, eu diria que encontre a razão e veja o que você pode fazer a respeito. Às vezes é fácil: seu gatinho está incomodado com o seu abraço constante portanto basta deixá-lo sozinho por um tempo e reduzir as sessões de abraços ( eu sei que não é fácil resistir rss). Outras vezes, a situação pode ser mais complicada de corrigir. Ao introduzir um novo gato na casa ele pode se mostrar um tanto agressivo com o novo morador e irritado com a pessoa que trouxe o intruso. Em um caso como este, é preciso ser muito paciente. Pode levar muito tempo para conciliar o velho gato para a nova adição à família. Você pode ter que fazer pequenos agrados para convencer o seu gato que você ainda o ama e ele não está sendo substituídos pelo novo animal de estimação. É preciso ter paciência e amor.Uma coisa que eu não aconselharia é tentar punir o gato, fazer o uso da força e tentando mostrar a eles quem é o chefe da casa .Esse não é o caminho a percorrer. Agressão traz mais agressividade, mais o medo e a confiança quebrada. Não é positivo usar a força. Trata-se de amar o seu animal de estimação e respeitando as suas necessidades.Os proprietários do gato que entendem isso geralmente não têm muitos problemas com que a raiva do seu gato.Publicado por Laura Lond

 As causas psicológicas

 Agressão por cheiro desconhecido- Muitas vezes, após retomar com um gato da clínica depois de procedimentos o outro gato da casa começa a atacar o gato doente. Este é um exemplo comum, e é devido ao fato de que o gato deixado em casa é perturbado pelo cheiro desconhecido do outro gato. Muitas vezes, passando uma toalha perfumada em ambos os gatos resolve o problema.

 Agressão por brincadeiras violentas- Muitas vezes os gatos e gatinhos jovens podem ser julgados como agressivos, enquanto tudo o que eles estão fazendo é brincar. Um gato ou um gatinho que ataca os tornozelos do proprietário está simplesmente agindo por instinto de caça. Em outras palavras, os pés do dono ou tornozelos são no imaginário presas e por isso o gatinho persegue e arranha assim como faz com seus outros brinquedos. Um bom truque é  lançar um brinquedo para o gato a fim de redirecionar sua atenção.

 “Intolerância a ser um animal de estimação”- Alguns gatos de estimação vão tolerar por alguns minutos seus carinhos toques e apertos. Quando cansar ele pode ter uma atitude agressiva. Neste caso, é muito importante antecipar o seu comportamento através da leitura dos sinais físicos que sugerem que está prestes a atacar. Imediatamente coloque-o no chão e deixe-o relaxar.

 Agressão devido a maternidade- Sua doce gata pode se transformar em uma leoa, uma vez que ela tenha tido gatinhos. A agressividade da nova mamãe regride com o crescimento dos gatinhos. Tente mantê-la quieta e evitar distúrbios. Este é apenas um instinto natural para proteger seus bebês.

 Agressão novo gato- É comum o seu gato mais antigo rejeitar a presença de um novo membro. Sempre faça as apresentações lentamente e não force os dois a conviver. Mais cedo ou mais tarde, sem pressão, os dois vão começar a aceitar uns aos outros.

Agressão redirecionada- Esta é uma forma de agressão causada por um gato super estimulado. Isso pode ocorrer quando um gato vê a partir de uma janela outro animal, como outro gato ou um cão e, de repente, ataca o seu dono ou outro animal de estimação. Esses gatos podem ser difíceis de tratar, muitas vezes exigindo que abranja todas as janelas e portas ou colocar o gato em um quarto escuro para se acalmar.

As causas físicas da agressão do gato

 As causas mais constantes de agressão física por gatos é a dor estas podem ser provocadas por :

 Ferida não visível- Sempre que o seu gato for agressivo sem nenhum motivo aparente, é fundamental uma visita ao veterinário. Algum lugar deve estar dolorido e o gato pode arranhar ou morder se manuseados incorretamente. A fonte de dor, portanto, deve ser investigada. Muitas vezes há ferida aberta ou um abscesso não visível sob a pele.

 Condições crônicas- Condições crônicas, como artrite, doenças dentárias ou má visão podem ser a  causa  para um gato se tornar mal-humorado e evitar ser tocado. Atenção especial nesses casos para os gatos idosos.

 Hipertireoidismo- Os gatos afetados por esta desordem podem apresentar mudanças de comportamento junto com muita sede, aumento da frequência urinária, perda de peso, vômito e diarréia. As alterações de comportamento podem consistir de agressividade, nervosismo e hiperatividade.

Doença de pele *(Hiperestesia)- A área do gato que frequentemente é afetada é a coluna vertebral e a cauda. Por vezes, sua obsessão pode chegar ao ponto da automutilação. Outros sinais físicos incluem rabo chicoteando e a pele se contraindo ou ondulação. Muitas vezes, o gato vai apresentar súbitas explosões de atividade e isso pode se transformar em comportamento agressivo. O gato pode atacar outros animais de estimação em casa ou até mesmo exibir agressão aos membros da família humana. O gato pode parecer perfeitamente bem e, então, reagir de forma agressiva como se um interruptor fosse ligado.  Além dos comportamentos mencionados, outros sinais podem incluir pupilas dilatadas, morder a cauda e um aumento na vocalização.

 Os gatos  mais sujeitos são geralmente aqueles que vivem em ambientes estressantes .

*( Hiperestesia é um distúrbio neurológico que se dá ao excesso de sensibilidade de um sentido ou órgão a qualquer estímulo.)

 Raiva- Se você encontrar um gato de rua que é agressivo, fique longe, pois pode estar com Raiva. Procure ajuda de gente especializada.

 Como vimos, pode haver um grande número fatores que podem deixar seu bichano mal humorado,e com razão.

A melhor coisa a fazer é procurar um médico veterinário para descartar todas as possíveis causas físicas, e depois lidar com as questões comportamentais.

Anúncios
Esse post foi publicado em Comportamento, Conscientização, Gatos, Saúde. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s