O (ANTI) ADESTRAMENTO




O (anti) adestramento

Existem certas coisas que até possuem explicações, todavia quando as confrontamos com as justificativas, vemos que de longe elas no mínimo não conseguem se auto sustentar. 
Passo em certa rua em minha cidade (Três Rios) e vejo um “Adestrador” forçando um enorme Pastor suíço a ficar sentado com as patas dianteiras levantadas, de outra vez, o mesmo “profissional” andando com um Golden Retriever o faz rolar no chão para uma platéia que acha muito bonito e aplaude…….pude ver e sentir a tristeza de ambos os cães!!
Entendo que assim como eu comecei na década de 80, muitos de nós Cinófilos ou adestradores, como queira, éramos autodidatas, pois o acesso as informações eram difíceis e até mesmo os métodos utilizados eram herança das fileiras da segunda grande guerra, errávamos por falta de conhecimento, desconhecíamos o que era uma displasia coxo femural ou de cotovelo, não sabíamos nada sobre psicologia canina, etologia menos ainda e assim nossos nobres amigos sofreram nas mãos de “nós” pessoas mal informadas.


Mas hoje, com o acesso as informações veiculadas na internet com a enxurrada de palestras e cursos oferecidos é incabível uma pessoa não se preocupar em se atualizar, se é essa escolha que fez para sua vida profissional, então que entenda essa necessidade de se aprimorar para o bem do ser vivo que está sob sua responsabilidade.
E quanto aos donos de cães vai aqui um alerta, o seu cão deve ser condicionado para que você e ele tenham um bom relacionamento, é lógico que o cão é, e sempre será o maior coadjuvante e parceiro do Homem em suas empreitadas, mas se você não é um artista circense ou necessite de um cão que faça parte de uma novela ou filme, saiba que seu peludão estará muito mais feliz na simplicidade de apenas andar junto a você, de sentar ao seu lado ou de vir imediatamente ao ouvir a doce voz do chamado de seu líder.
Enfim, espero que mais pessoas entendam seus cães e venham a amá-los de tal maneira que possam evitar que caiam nas mãos de tais “profissionais” que ridicularizam e humilham o maior amigo do homem.
Que possamos ver mais rabos abanando e fossinhos sorrindo de alegria. É o que simplesmente espero.


 Por Eliezer Figueiredo (
Ades3Rios-Cinofilia)



Fonte:Equipe De Adestramento Cinofilia

Esse post foi publicado em adestramento, Cães, Conscientização. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s