GLÂNDULA ADANAL. VC CONHECE?

SE NO PET SHOPP ONDE LEVA SEU ANIMAL ELES COSTUMAM ESVAZIAR ESSAS GLÂNDULAS DURANTE O BANHO,ESSE PODE SER UM FATOR DETERMINANTE.A MANIPULAÇÃO DESSAS SÓ DEVEM SER FEITA QUANDO RECOMENDADA E PELO VETERINÁRIO.

O seu cão anda esfregando o anus no chão?
Tem tentado morder a calda?
Tem mordiscado a parte traseira constantemente ?
Está com mau cheiro?
Desconforto na região anal?
Dificuldades para defecar?


Ele pode estar com inflamação da Glândula Adanal,que provoca muita dor e desconforto
Raro em felinos ,bem mais comum nos cães.O animal deve ser levado imediatamente ao veterinário para uma avaliação. (Alguns sintomas confundem-se com o das verminoses)


O QUE SÃO,GLÂNDULAS ANAIS (ADANAIS),PARA QUE SERVEM.
INFECÇÃO E TRATAMENTO.
As Glândulas Anais existem tanto no macho como na fêmea.
Localizados na região do ânus, os sacos anais são duas bolsas que abrigam um par de glândulas.
Essas glândulas são responsáveis pela
produção de um líquido de cor castanha, muito fétido, cuja função
principal é comportamental, isto é, os animais se identificam
através desse cheiro. A glândula produz um dos odores usados pra marcar território. As glândulas anais são a razão dos cães se cheirarem naquela região; eles não cheiram o ânus, e sim as glândulas que ficam à volta.




A drenagem desse líquido é natural e ocorre durante a passagem das
fezes. No entanto, essas glândulas podem inflamar, levando o animal
a um enorme desconforto para defecar.
As causas da inflamação são várias: obstrução do orifício de
passagem da secreção, excesso de secreção, drenagem insuficiente,
etc.. A região anal fica muito inchada e dolorida à palpação.

O animal sente-se incomodado e, por esse motivo, esfrega o ânus no
chão, lambe ou tenta morder a região. O processo pode evoluir para
uma infecção e formação de fístulas (aberturas na pele por onde o
líquido – pus, secreção e sangue – irão sair).





( O leigo interpreta muitos vezes erradamente como um sintoma de parasitas intestinais o fato de o animal esfregar o rabo no chão. Trata-se, porém de uma inflamação das glândulas anais, situadas de um e outro lado do ânus, que segregam um líquido de cheiro desagradável que tem por finalidade lubrificar as fezes. O tratamento da inflamação das glândulas anais, que exige, em casos extremos, a ablação dessas glândulas, deve ser feito pelo veterinário. )


Drenagem da glândula (só deve ser feita por um profissional)
Foto:
http://skonbull.blogspot.com



O tratamento consiste em retirar todo o líquido acumulado, fazer uma
lavagem e desinfecção dos sacos anais e administrar medicamentos
adequados (antibióticos, anti-inflamatórios…). O processo pode
voltar e para evitar a recidiva, devemos proceder à drenagem dessas
glândulas periodicamente. A drenagem deve ser feita pelo
veterinário, quinzenalmente, ou durante os banhos, desde que o
profissional ou mesmo o dono do animal esteja treinado para realizar
o procedimento.


Abscesso drenado
Foto:
http://skonbull.blogspot.com

Existem animais que apresentam a doença de forma crônica o que
compromete sua qualidade de vida. Nesses casos, o tratamento
cirúrgico com a remoção das duas glândulas é indicado.



Que doenças podemos encontrar nos Sacos Anais?

1 – Impactação: quando ocorre retenção das secreções dos Sacos Anais devido à sua solidificação;

2 – Infecção (Saculite): quando há crescimento bacteriano nas secreções dos Sacos Anais tornando-se amareladas ou com pus e sangue.

3 – Abcesso: ocorre secundariamente à impactação e infecção, podendo rupturar libertando pus e sangue.

Como identificar uma doença dos sacos anais?

Predisposição: As afecções dos Sacos Anais são mais frequentes em raças de cães pequenos como Poodles Miniatura, Chihuahuas e Toy Poodles, podendo no entanto, aparecer em qualquer raça e tamanho.

Maior predisposição em animais obesos uma vez que a drenagem dos Sacos fica dificultada.

Os gatos raramente têm problemas com os seus Sacos Anais.

Não há predisposição sexual nem etária.

Factores de risco:

* Dietas muito ricas em gordura;
* Fezes moles crónicas;
* Episódio de diarreia recente;
* Hipersecressão glandular;
* Disfunção do esfíncter anal externo;
* Animais parasitados.

Sintomas:

* Tenesmo (defecação dolorosa e prolongada);
* Prurido perineal;
* Dor e desconforto quando sentados;
* Animais cheiram/ lambem a zona perineal excessivamente;
* Corrimento sangrento e com cheiro desagradável na zona perineal.

Diagnóstico:

Através da história clínica e do exame físico dos Sacos Anais fazendo palpação digital. Se forem facilmente palpáveis, através da pele, estão aumentados considerávelmente.

Qual o melhor tratamento?

O tratamento para a Impactação dos sacos Anais e feito através da sua compressão manual de modo a eliminar o material solidificado no seu interior.

No caso de uma Saculite, além da compressão manual dos Sacos, o animal deve ser sujeito a antibioterapia sistémica. Em alguns casos pode ser necessário recorrer à aspersão dos Sacos com solução antiséptica.

Os abcessos dos Sacos Anais devem ser drenados cirurgicamente. Neste caso, os animais são submetidos à administração de Antibióticos e de Anti-inflamatório sistémicos.

A remoção cirúrgica dos Sacos Anais está indicada em animais com problemas persistentes ou recorrentes(deve ser evitada). Alguns cães podem apresentar, secundariamente à cirurgia, incontinência fecal temporária. Isto ocorre porque os nervos que controlam o ânus estão muito perto dos Sacos Anais e podem ser danificados durante a cirurgia. Normalmente esta incontinência resolve-se entre poucos dias a algumas semanas.

Como prevenir estas patologias?

Evitar o excesso de peso do animal.

Optar por dietas ricas em fibra ( podem, em alguns casos, ajudar a diminuir a impactação)

(Fonte:http://www.hvp.pt/2010/01/25/doencas-dos-sacos-anais/)

Esse post foi publicado em Cães e Gatos, Saúde. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s